segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sandy: ‘Estou mais segura com a carreira e como mulher’

http://gazetaweb.globo.com/Fotos/Noticias/110613sandy.jpg

RIO - Às 17h30 de uma sexta-feira, o telefone toca na redação. A repórter atende.

- Alô?

- Boa tarde. É a Marina?

- É sim.

- Oi! Aqui é a Sandy.

  Não deu para segurar o susto com a simplicidade da frase - e da moça do outro lado da linha. Popstar na infância e na adolescência, hoje, a cantora Sandy não poderia estar mais longe do estereótipo da diva cheia de “não-me-toques”. Nada de dezenas de assessores ou intermediários. A própria artista liga para o entrevistador, conversa enquanto toma café e fala sobre qualquer assunto.

  - Cuido de tudo que envolve minha carreira. Da parte musical e da empresarial, das composições à divulgação... É trabalhoso, sou mais estressada do que antes, mas me amarro - diz a cantora, fazendo uma comparação com a época em que dividia as responsabilidades com a outra metade da dupla Sandy e Junior, seu irmão - Hoje, fica tudo na minha mão. Mas tenho maturidade para administrar isso.

  Apesar de ter mais responsabilidades, Sandy garante que tem levado uma vida menos corrida desde que abraçou a carreira solo, em 2007. Hoje, lhe sobra mais tempo para malhar, lutar boxe (paixão que adotou há seis anos), cozinhar e ficar em casa, na cidade de Campinas, com o marido, o músico Lucas Lima, assistindo a filmes e série de TV. Sandy é adepta, e com orgulho, do estilo low-profile.

  - Sou muito reservada e adoro viver em uma cidade afastada dos grandes centros. Minha vida social se resume a programas sociais e gastronômicos. (risos) Depois de ter a vida tão exposta na adolescência, encontrei meu jeito de sobreviver nesse meio.

  O meio ao qual Sandy se refere é o artístico. Para ela, não foi fácil encontrar a tranquilidade após o fim de 17 anos de parceria com Junior. Tanto que a fase de angústia e questionamentos apareceu nas letras melancólicas do primeiro CD solo da carreira da cantora, "Manuscrito", de 2010. Porém, no mês passado, a compositora lançou "Sim", um trabalho cheio de melodias e versos alegres, como os da faixa-título do disco: "Eu vi a vida se abrir pra mim/ Quando eu disse sim".

  - Esse CD reflete o momento que estou vivendo. Estou mesmo mais para cima, mais otimista e mais segura com a carreira e como mulher - afirma Sandy, citando o marido como peça fundamental para a boa fase: - Descobri um novo parceiro para me ajudar nessa caminhada, o Lucas. Temos trabalhado juntos e a convivência como casal só melhora. Com certeza essa confiança maior em mim mesma vem também da felicidade no casamento.

  O bom momento na vida pessoal, porém, não deixa a estrela alienada das passeatas que têm esquentado o clima no Brasil inteiro desde o mês passado. No Twitter, @SandyLeah mostrou um apoio discreto aos manifestantes, e, ao falar sobre o assunto por telefone, faz questão de redobrar a cautela.

  - É muito importante o que está acontecendo no nosso país. Vou apoiar enquanto tiver certeza que esse não é um movimento partidário, mas social, vindo da população - observa Sandy. - Fico, sim, indignada com algumas coisas que estão acontecendo no nosso país e acho que a corrupção é um dos maiores problemas que enfrentamos. Se conseguirmos que seja usada mais transparência no Congresso e nos governos federal e estadual, já será meio caminho andado para um país mais justo.

Fonte: O Globo