quinta-feira, 18 de abril de 2013

Sandy não descarta nova parceria com Júnior

 

  Seis anos após desfazer a parceria com Júnior, Sandy jogou um facho de luz sobre os saudosos fãs da dupla e afirmou que não descarta a hipótese de trabalhar novamente com o irmão.

  “Voltar não está nos nossos planos. Mas lógico que não dá para dizer nunca, ele é meu irmão e é natural que uma hora ou outra a gente faça alguma coisa juntos.”

  Enquanto esse dia não chega, a morena segue com sua carreira solo. Em maio, ela lança "Sim", seu segundo álbum sem o irmão, com quem dividiu o palco durante 17 anos.

  Dentre as faixas, estará uma canção que surgiu de um poema escrito por Sandy e musicado pelo diretor Marco Dutra para o longa "Quando eu era vivo": "É meio inusitado porque normalmente eu faço a música. O Marco acabou musicando um poema meu que ele viu, achou que tinha a ver com o filme e musicou. Achei que teve tudo a ver também".

  Na fita, a cantora contracena com Antônio Fagundes: “Ela é inquilina do personagem do Fagundes e o filho dele que volta para casa depois de ter se separado da esposa e fracassado na vida e começa a dividir o espaço com essa estudante de música. E daí começa o desenrolar da história".

  Para fazer a personagem, a estrela precisou colocar megahair. Sandy gostou tanto do resultado final que decidiu deixar o cabelo crescer. “Deixo o cabelo ter vida própria. Eu vou mudando conforme vai dando na telha, literalmente. E agora resolvi deixar crescer um pouquinho. Enjoei dele curto. Faz parte talvez da fase atual”, contou.

Fonte: MSN Entretenimento