sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sandy diz que preferia viver da música sem ser conhecida



    Neste domingo (18), a cantora Sandy é a entrevistada do quadro O Que Vi da Vida, de Cláudio Manoel, que vai ao ar no programa Fantástico. Sandy comentou que a fama é a pior parte do sucesso e que, se fosse possível, preferia viver da música sem ser conhecida.

    "Ser famosa dá trabalho. A fama mexe com a cabeça das pessoas. Eu tive sorte. Às vezes minhas mãe chegava a dizer: olha, hoje você não foi tão bem. Você pode melhorar nisso, nisso, nisso... Eu tive alguém que tinha os pés no chão e me falava a real", explicou ela.

    A cantora falou ainda sobre sua relação com a família; contou a história de sua carreira, que começou quando ela tinha apenas seis anos de idade, e falou sobre as lições que a vida lhe ensinou. Durante seu depoimento, ela lembrou de sua primeira apresentação ao lado do irmão Júnior em 1989, no programa Som Brasil, que era apresentado na Rede Globo pelo ator Lima Duarte.

    Sandy disse que, a partir daí, não pararam de chegar convites de gravadoras e que, no início, seus pais não aprovavam a ideia de ver os filhos virarem artistas tão cedo. A cantora revelou que a dupla insistiu muito e recorreu até a uma chantagem emocional para convencer o pai a apoiá-los.

    O Fantástico vai ao ar aos domingos, logo após o Domingão do Faustão, na Rede Globo. 

Fonte: Terra